Cuba

Hospedagem em casas particulares em Cuba: como escolher e reservar

01 dez 2015
Atualizado em: 30/10/2017

A hospedagem nas casas dos cubanos tem duas grandes vantagens: você economiza muito e ganha uma experiência incrível, uma verdadeira imersão com professor particular na vida real da ilha.

Um bom quarto duplo ou triplo em Havana ou Santiago do Chile custa de 30 a 35 dólares em média (divida o valor pelo número de ocupantes), de acordo com a época do ano. Em outras cidades, a diária varia de 15 a 25 dólares. Um hotel grande dificilmente sai por menos de 70 dólares por pessoa. Os mais simples (simples mesmo!) cobram 30 dólares por pessoa.

Quanto à experiência, eu recomendo muito! Fiquei hospedada em casas particulares em Havana e Trinidad e os moradores foram meus anjos da guarda. Eles em ajudaram em tudo, desde resolver coisas práticas, como pegar um táxi, até entender mais da história e da cultura da ilha.

Como funciona

Hospedagem Cuba

 

O aluguel de quartos é autorizado pelo governo cubano. Os proprietários pagam imposto e todas as casas que oferecem o serviço tem uma placa com esta identificação:

Receber estrangeiros é uma das poucas maneiras de aumentar a renda em CUC, a moeda dos turistas. Um dia de hospedagem pode render mais que o salário do mês. Por isso, os proprietários costumam atender bem e reservar os melhores quartos da casa para os hóspedes.

Não espere luxo ou sofisticação, mesmo porque isso passa longe do cotidiano de Cuba. Mas muitos moradores aproveitam o dinheiro dos turistas para reformar as casas. Em lugares mais turísticos, como Trinidad, elas parecem pequenas pousadas.

Café da manhã em minha casa de Havana.

O café da manhã não está incluído na diária, mas é oferecido normalmente por 3 dólares em média. Nas duas casas em que eu fiquei, valeu a pena. Havia várias opções de pães, frutas, sucos e café.

   É seguro?

Como em qualquer lugar do mundo, é sempre bom tomar as precauções habituais. Mas Cuba é um país bastante seguro de maneira geral. Mesmo com internet limitada na ilha, os cubanos sabem do impacto de uma avaliação negativa na rede e fazem de tudo para manter a reputação.

Durante toda a minha viagem, ouvi apenas um relato de problemas. Um casal de brasileiros, ao chegar em Trinidad, descobriu que o site não tinha feito a reserva. A dona da casa ficou tão preocupada que encontrou ela mesma um quarto em outra casa, no mesmo estilo do que tinha sido reservado.

Esta preocupação serve como proteção. Por isso, só alugue quartos em casas que aparecem nos sites de reserva. Muitos donos das casas mais conhecidas acabam servindo de intermediários e oferecem quartos em residências de parentes e amigos. Peça o nome da casa ( explico abaixo) e o endereço. Se não encontrar nenhuma referência na internet, caia fora.

**Atenção, cuidado com um golpe comum na rodoviária de Trinidad.
Algumas pessoas se fazem passar por enviados do dono da casa que você reservou e tentam te levar para uma casa diferente. Aconteceu comigo. O rapaz sabia até o endereço (deve ter ouvido quando eu pedi informações). Como eu não tinha combinado nada, fiquei desconfiada e perguntei o nome da casa e do dono. Ele, lógico, não sabia.

Acabei contratando um bicitaxista, que me levou direitinho até a casa certa.

Como pesquisar e reservar os quartos

Vários sites cubanos oferecem o serviço de aluguel de quartos.

Eu fiz as minhas reservas pelo www.casaparticularcuba.org, um dos mais antigos da ilha. O site é simples e tem a desvantagem de estar em inglês, mas tem fotos, boas descrições e algumas informações sobre o perfil dos anfitriões.

Você escolhe a cidade, a casa e faz uma pré-reserva. O administrador Leo envia uma resposta por e-mail em 48 horas. Não é preciso fazer nenhum pagamento antecipado.

Antes de confirmar, eu fiz uma pesquisa sobre as casas na internet. Não é difícil. Normalmente, elas têm um nome, como se fossem uma pousada, e aparecem com este nome em vários sites de reservas. É só colocar no google.

Alguns sites cubanos que apareceram nas minhas pesquisas (vários estão em espanhol e outros idiomas): www.mycasaparticular.com, www.cubahotelbookings, www.cubarentaroom,com. O site americano www.airbnb.com ainda não permite reservas por brasileiros, mas é muito bom para levantar informações sobre a casa que você selecionou.

Deu tudo certo com minhas reservas. As descrições e fotos do site eram compatíveis com o que encontrei e os donos das casas estavam me esperando. Eles, inclusive, se comunicavam entre si para confirmar horários de chegada e partida.

DÁ PRA RESERVAR DIRETO COM O DONO DA CASA?

Eu prefiro reservar pelo site, que tem as fotos, descrições e contatos. Mas é possível, sim. Embora os sites não forneçam e-mail do proprietário,  é fácil encontrar em uma busca no google. Eu fiz alguns contatos diretos. A maioria me respondeu diretamente e estava disposta a fazer a reserva.

COMO ESCOLHER A CASA

Minha casa em Trinidad.

Minha casa em Trinidad.

Há casas de todos os tipos, em todos lugares, dos mais turísticos aos mais degradados. Por isso, é importante checar tudo antes de fazer a reserva para não ter surpresas.

Além do preço, verifique o tipo da casa (colonial, moderna, simples), se tem banheiro no quarto, o estado de conservação, quem são os moradores e a localização. Estas informações devem estar no site de reservas, mas, se tiver dúvidas, pergunte os detalhes no e-mail para o administrador.

LOCALIZAÇÃO

Em Havana, os bairros de Havana Vieja, Centro Havana e Vedado são os mais tradicionais e interessantes para se hospedar.

Havana Vieja é a parte mais antiga da cidade, onde fica o centro histórico e a maioria dos restaurantes e pontos turísticos. Conto muito mais aqui:

O que fazer em Havana: Roteiro pelo centro antigo

Em Vedado, funciona o centro comercial e político da cidade. O bairro tem cara dos anos 50, com grandes avenidas cercadas por sobrados, casas grandes e mansões, alguns transformadas em embaixadas após a revolução. É uma área agradável e mais bem resolvida que o centro. A desvantagem é depender de taxi sempre que for à região central. Um gasto de 5 dólares em média em taxi particular por trecho.

Entre estes dois bairros, fica Centro Havana. Eu me hospedei lá, em um apartamento perto da Parque Central e do Capitólio. Gostei muito da localização. Dá pra chegar a pé em Havana Vieja e, no sentido contrário, ao Malecon , o calçadão à beira-mar de Havana.

O Parque Central também é um ponto tradicional de ônibus e taxis. E tem vários hotéis grandes ao redor, que me serviram de apoio para comer, usar a internet e pegar os ônibus de excursão. Veja mais neste post:

O que fazer em Havana: O bairro de Centro Habana

**Atenção, cheque a localização de seu hotel ou casa particular no mapa. Procure ficar perto das maiores avenidas, praças ou pontos turísticos. Ajuda na hora de pegar taxis e ônibus. Além disso, a maior parte destes locais passou por restauração recente enquanto muitas áreas residenciais continuam decadentes.

Em Trinidad, é melhor ficar em ruas próximas à Plaza Maior. Para entender a cidade, veja este post:

Trinidad: o que ver e ouvir na cidade mais charmosa de Cuba

Em Varadero, optei para um hotel, mas vi várias casas com quartos para alugar. Todas ficam no centrinho da península, longe das melhores praias. Mais dicas de hospedagem aqui:

->Varadero: Como ir, reservar hospedagem e circular sem pacote

ONDE EU FIQUEI

Hospedagem em casa de cubanos I

 

Em Havana, me hospedei na Terraza al Prado ( Rua Prado, 254). É um apartamento do segundo andar de um edifício antigo, com sacada voltada para a rua, a duas quadras do Parque Central. Há três tipos de quarto. Peça pelo maior. O dono da casa, o médico cardiologista Julio Sadiñas, é atencioso, gosta de conversar e está sempre disposto a ajudar. O café da manhã é muito bom.

Onde se hospedar em Trinidad

 

Em Trinidad, fiquei na Blue Media Luna ( Rua Ernesto Valdés Muños, 47, entre as ruas Jesus Menéndez e Julio Antonio Mella). Tony, o proprietário, é um engenheiro que deixou o emprego para se dedicar aos hóspedes. Foi também muito dedicado e atencioso. Os quartos são bons e tem saída independente para o quintal. Ótimo café da manhã.

Trinidad: Como é a cidade histórica mais charmosa de Cuba

Fotos: Cassiana Pizaia

————————————–
Quer saber sobre Cuba? Veja nossos outros posts sobre a ilha.

Dicas para planejar a viagem:

Guia de Viagem: visto, dinheiro, internet, quando ir e o que fazer
Quanto custa viajar para Cuba?
Cuba: o que conhecer além de Havana
Praias de Cuba: Varadero ou Cayo Largo?
O que ( e onde) comer em Havana
Transportes em Havana: entre ônibus, bicitaxis e almendrones
Cuba hoje: o que já mudou na ilha</a

Passeios e destinos:

O que fazer em Havana: um roteiro pelo centro antigoO que fazer em Havana: o bairro de Centro Havana
O Valle de Viñales
Trinidad: a cidade histórica mais charmosa de Cuba
Varadero: como ir , reservar hospedagem e circular sem pacote
Um dia de paraíso nas praias de Cayo Largo

por Cassiana Pizaia
compartilhe:

Veja também:

comentários

  1. Isabela
    13 maio 2016

    Olá! Quando começamos a planejar a viagem para Cuba olhamos muuitos sites e blogs procurando dicas, e com certeza o seu foi o que mais nos ajudou! Usaremos como guia de viagem, muito obrigada!

    • Cassiana Pizaia
      13 maio 2016

      Obrigada pelo retorno, Isabela! Uma bela viagem pra você!

    • Cassiana Pizaia
      25 maio 2016

      Oi, Adriana. Como disse lá no post Guia de Cuba, eu só utilizei este site para pesquisar hospedagem. Acho mais seguro fazer reservas diretamente com o hotel, quando isso é possível. Depois de ler seu comentário, eu entrei lá e realmente mudou de endereço ou saiu do ar. Não conhecia este novo site mas me pareceu interessante também para pesquisar opções de hotel em Havana. Depois de escolher, tente contato direto. Boa sorte!

  2. Edson Linhares
    22 set 2016

    Oi Cassiana, primeiramente parabéns é muito obrigado pelas dicas, vou o mês que vem para Cuba e suas postagens me tirou muitas dúvidas, grato.
    Referente às suas viagens dentro do país, vi que vc fez tudo com a Via Azul, porem vc comentou de chegar cedo pra pegar o ônibus, mesmo com a passagem comprada, não tem lugar reservado?
    Quantos dias vc acha que seriam necessários pra ficar em Havanna e Trinidad?
    Em Varadero, vc fechou qual hospedagem?

    • Cassiana Pizaia
      22 set 2016

      Tem lugar reservado sim, Edson. Mas quem compra pela Internet tem que se apresentar no guichê com passaporte e comprovante uma hora antes da saída do ônibus. A exigência está no site da Viazul. O que eu percebi é que, meia hora antes da saída, eles começam a liberar os lugares reservados para os passageiros que querem comprar passagem na hora. Então, tem que chegar uma hora antes mesmo. Em minha opinião, seis dias são suficientes para conhecer bem Havana e Trinidad. Em Varadero, fiquei no Hotel Sol Sirenas Coral. Faço uma avaliação dele e dou outras dicas do destino neste post: http://www.aos4ventos.com.br/cuba-varadero-dicas-de-como-ir-reservar-hospedagem-e-circular-sem-pacote. Obrigada pelo contato!

  3. Marcelo Faccioli
    27 set 2016

    Bom dia Cassiana, estamos indo para Havana em novembro, pode nos informar onde ficou hospedada, já que gostou bastante do local, também ficaremos no centro.
    Grato pelo auxilio que esta sendo muito valido.

  4. Marcelo Faccioli
    28 set 2016

    Boa tarde Cassiana, obrigado pela dica da hospedagem, fiz minha reserva com eles. Quanto a Varadero vi que tem um link do hotel onde ficou. Gostou do hotel? Vale a pena se hospedar nele, serão apenas 03 dias em Varadero? Obrigado pelas informação, estão me ajudando muito.

    • Cassiana Pizaia
      29 set 2016

      Que bom, Marcelo. Diga para o dr. Julio que fui eu que indiquei e mande um abraço. Você vai gostar dele. Sobre o hotel em Varadero, é um dos resorts mais baratos da região. Conto tudo sobre minha estadia lá e dou outras dicas sobre hospedagem em Varadero neste post: cuba-varadero-dicas-de-como-ir-reservar-hospedagem-e-circular-sem-pacote. Vale a pena dar uma olhada. Abraço.

  5. Marcos Lúcio
    25 out 2017

    Terraza al Prado onde você se hospedou em Havana, possui ar-condicionado nos quartos? Adorei as dicas e informações.

    • Cassiana Pizaia
      26 out 2017

      Quando estive lá, havia apenas ventilador, Marcos Lúcio. Ar-condicionado em Cuba é luxo, está fora do poder aquisitivo da maioria das famílias e é raro encontrar em residências. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *