Manaus

O que ( e onde) comer em Manaus com o sabor da Amazônia

O que ( e onde) comer em Manaus com o sabor da Amazônia
10 mar 2015
Atualizado em: 29/10/2017

Minha viagem pela comida da Amazônia começou diante de uma costela de tambaqui assada na brasa. Era só o cartão de visitas. Entre o Amazonas e o Pará, passei mais de uma semana comendo peixe todos os dias. E não me arrependi nenhuma vez.

Além do peixe, um prato típico de Manaus tem quase sempre farinha de mandioca, frutas ou temperos regionais. Parece pouco pra você? É só dar uma olhada em qualquer cardápio para ver a variedade e a exuberância das opções. Tucupi, jambu, tucumã e tacacá. Ahn?

Para facilitar, prepararei uma seleção dos ingredientes e pratos que mais fazem sucesso em Manaus. Conto também onde comer cada um deles.

Manaus: o que fazer entre a cidade, o rio e a floresta

OS PEIXES DA AMAZÔNIA

O que comer em Manaus - Tambaqui_edited

Entre os mais de dois mil peixes dos rios da Amazônia, menos de dez costumam se repetir nos cardápios. Entre eles estão o tambaqui, o surubim, o tucunaré, o matrinchã e o pirarucu.

O pirarucu é um dos mais versáteis. Chamado de bacalhau da Amazônia, pode ser vendido em mantas salgadas e defumadas. O bolinho frito é ótimo pra petiscar e as farofas ficam deliciosas com o bacon de pirarucu.

As caldeiradas são os cozidos de peixe com caldo, normalmente com molho de tucupi ( veja abaixo). E a costela de tambaqui entrou definitivamente para a minha lista de preferidos.

ONDE COMER EM MANAUS

Banzeiro
O restaurante mais premiado de Manaus faz jus à fama. Os pratos combinam ingredientes regionais com criatividade e os garçons estão sempre prontos para explicar a culinária local. Os pratos de peixe com acompanhamento para duas pessoas custam a partir de R$72,00.
Endereço: Rua Libertador, 102. Bairro Nossa Senhora das Graças.
Fone: (92) 3234 1621

Tambaqui de Banda
Serve pratos de peixes regionais fritos ou assados. Na unidade do Largo de São Sebastião, no centro, você pode jantar ou petiscar acompanhando o movimento em frente ao Teatro Amazonas.

A FARINHA UARINI

O que comer em Manaus IV_

A mandioca, cultivada há cinco mil anos na Amazônia, está na base de toda a culinária de Manaus. Vários pratos e ingredientes surgem do seu processamento, como a tapioca, o tucupi e as tradicionais farinhas.

A farinha de Uarini tem o nome da cidade onde é produzida, há 500 quilômetros de Manaus. É mais grossa e crocante, com “bolinhas” que lembram ovas de peixe, por isso o apelido. Entra em receitas tradicionais como o Pirarucu de Casaca e também no acompanhamento de pratos mais sofisticados. A farofa com Uarini e bacon de pirarucu ( como aparece na foto acima) é dos deuses!

ONDE COMER

Além do Banzeiro e do Tambaqui de Banda ( veja acima), comemos a farinha Uarini no restaurante flutuante de Janauarilândia, durante o Passeio ao Encontro das Águas

-> Manaus: A caminho d encontro das Águas
-> Manaus: O que ver depois do Encontro das Águas

O TUCUPI

O que comer em Manaus II

O tucupi é o caldo que surge quando as raízes da mandioca brava são moídas e prensadas. Este líquido, venenoso no início, pode ser consumido depois de fermentado, fervido e temperado.É um molho ótimo para colocar no peixe frito ou assado. Em Manaus, o tucupi aparece também nas caldeiradas, no pato com tucupi e no tacacá

ONDE COMER
O tucupi é muito comum nos restaurantes de Manaus e de outras regiões Amazônicas. Experimentei pela primeira o tucupi com pimenta de cheiro no Pará. Foi na casa da Dona Conce, em uma comunidade da Floresta Nacional do Tapajós.

-> Jamaraquá: entre o Rio Tapajós e a Floresta Amazônica

O TACACÁ

O que comer em Manaus 8

O tacacá é quase uma instituição. Vir a Manaus e não tomar uma cuia ali mesmo diante do Teatro Amazonas é como não ter ido a Manaus.

A receita tradicional leva caldo de tucupi, a goma da mandioca (de novo ela!) e camarão, substituído às vezes por peixe ou carne seca. Na cuia, você vai encontrar também o jambu, uma planta tipicamente amazônica, parente do agrião e que tem uma propriedade curiosa: amortecer levemente a língua. Exótico, mas saboroso!

ONDE COMER EM MANAUS

Tacacá da Gisela
Fica em frente ao Teatro Amazonas. Você toma a sopa em uma cuia ali mesmo na praça, uma opção de refeição barata e interessante. A banca abre das 16h às 22h, horário mais fresco para apreciar o tacacá.
Endereço: Largo de São Sebastião

A TAPIOCA

Comida da Amazônia 3

Se você gosta, vai fazer a festa. No norte, quase não existe café da manhã sem tapioca. Confesso que nunca tinha achado muita graça no quitute mas acabei me rendendo na Amazônia. Com doce de leite, por favor.

ONDE COMER

Café Regional Tapiri

Oferece um buffet inacreditável pelo preço único de R$27,00. Tem milho, batata doce, cará, banana pacovã, mandioca cozida, mingau de banana, mugunzá e uma infinidade de bolos regionais. Pra completar o festim, tapiocas e X Caboclinhos preparados na hora. Era pra ser um café da manhã mas vale por um almoço!
O Tapiri abre apenas aos sábados, domingos e feriados, das 07h às 13h.
Endereço: Rua Jacira Reis, 650. Bairro São Jorge

O TUCUMÃ

O que comer em Manaus I

A frutinha redonda de uma palmeira da Amazônia era uma completa novidade pra mim mas, em Manaus, é campeã absoluta em popularidade. A polpa amarela, fibrosa e oleosa aparece em risotos, farofas, sorvetes, sucos e sanduíches. O segredo está no sabor neutro que combina bem com pratos doces e salgados.

ONDE COMER
Em restaurantes, sorveterias e lanchonetes nos mais diversos pratos. Comprei a fruta in natura na Marina do Davi, quando embarcava para o Museu do Seringal.
-> Manaus: O Museu do seringal Vila Paraíso

O X CABOCLINHO (OU CABOQUINHO)

Comida típica de Manaus -X Caboclinho

O sanduíche mais tradicional de Manaus é feito com pão, queijo coalho e fatias de tucumã. Vende como água onde quer que você vá, do shopping às esquinas do centro da cidade. Junto com a tapioca, forma a dupla imbatível no café da manhã amazônico.

ONDE COMER

O melhor foi no Café Regional Tapiri (veja acima)
Endereço: Rua Jacira Reis, 650. Bairro São Jorge

O GUARANÁ

Guaraná em Manaus

A bebida tradicional vendida na cidade é bem diferente do refrigerante. Parece mais um suco preparado com o pó da fruta, mel e limão. Experimentei o meu na feira de domingo, atrás do Teatro de Manaus. Achei bom mas não me animei muito com as variações. Vitamina de guaraná com amendoim, catuaba ou ovo de codorna é para os fortes!

ONDE EXPERIMENTAMOS

FEIRA DE ARTE E ARTESANATO EM MANAUS
A feira mais tradicional da cidade funciona nas manhãs de domingo perto do Teatro Amazonas. Você encontra roupas, peças de artesanato indígena, ervas e outros produtos da culinária regional. A tapioca e o X Caboclinho são feitos na hora. Uma barraca especializada prepara sucos e vitaminas de guaraná em todas as combinações possíveis.
Endereço: Avenida Eduardo Ribeiro, perto do Teatro Amazonas
Horário: Todos os domingos a partir das 07h

FRUTAS DA AMAZÔNIA

Frutas da Amazônia IIO que comer em Manaus III

A melhor maneira de conviver com o calorão de Manaus é se refrescar com sorvetes e sucos de caju, maracujá , tucumã, cupuaçu e taperebá ( o meu preferido).

Mas a exuberância das frutas do norte do Brasil aparece também nos cremes e sobremesas. O creme de açaí e o mousse de cupuaçu já são clássicos. Não deixe de experimentar também os bombons ( ou balas, como dizem em Manaus) com recheio de frutas! Gostei tanto que levei um estoque pra casa!

ONDE COMER

Sorveteria Glacial
A rede tem sorveterias em vários lugares da cidade. Uma delas fica no Largo de São Sebastião. Serve todos os sabores tradicionais e regionais. A bola na casquinha custa quatro reais.

Waku Sese
A marca manauara, hoje uma grande fornecedora do creme de açaí, mantém dezenas de restaurantes e quiosques. Um deles fica no calçadão de Ponta Negra e vende a polpa da fruta em copos, acompanhada de farinha de tapioca e outros complementos.
As lojas dos shoppings têm o cardápio ampliado com sucos e lanches regionais como o X Cabloclinho, o bolo de macaxeira e o pastel de carne seca.

——-

FOTOS: CASSIANA PIZAIA

———————————————————————————————————————————-

Mais dicas e passeios em Manaus?

Dê uma olhada nos outros posts do blog sobre a região.

O Encontro das Águas de Manaus: um passeio pela vida nos rios Negro e Amazonas
O Encontro das Águas de Manaus: a segunda parte do passeio
Manaus|Ritual indígena na Reserva do Tupé
Dia e noite no centro de Manaus
Manaus| O Museu do Seringal Vila Paraíso

MAIS SOBRE A AMAZÔNIA

Santarém, Pará: pontos turísticos entre o Rio Tapajós e a Floresta Amazônica
Alter do Chão: praias, passeios, quando ir e como chegar
De Alter do Chão às surpresas do Canal do Jari
A caminho da Floresta Nacional do Tapajós
Jamaraquá| Entre o Tapajós e a Floresta Amazônica
Na trilha pela Floresta Nacional do Tapajós

—————————-

por Cassiana Pizaia
compartilhe:

Veja também:

comentários

  1. Jessx
    12 mar 2015

    Que fotos lindas!! 🙂 E otimo conteudo, claro

    • Cassiana Pizaia
      12 mar 2015

      Valeu, Jéssica. A comida da Amazônia, além de deliciosa, é bastante colorida. Fica bonito nas fotos!

    • Cassiana Pizaia
      01 dez 2015

      Obrigada! A comida de Manaus, além de deliciosa, é de encher os olhos! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *